Allan Benatti

Iniciou sua pesquisa nos palcos em 1995 nos cursos oferecidos pela Oficina Cultural Amácio Mazzaropi, onde permaneceu até meados de 2000. Em sua formação carrega nomes como: Ric (LUME), Cristiane Paoli Quito, Bete Dorgam, Ésio Magalhães, Tiche Viana, Léo Bassi, Chacovach, Tortell Poltrona, Shaw Kiley, Frank Totino e Marcelo Sauvinone, deste último fez a formação continuada. Há 18 anos pesquisa máscaras e palhaço. A improvisação surge em 2001 juntamente com a fundação do espetáculo Jogando no Quintal, onde permanece como “palhaço-atleta” desde a sua estréia. Participa também do elenco fixo dos espetáculos: Caleidoscópio, Los Kamaradas e Subsolo – Improvisação em Decomposição, deste último assina também a direção. É parte do quadro de improvisadores convidados dos espetáculos: Noite de Improviso e Improvável.Já participou de festivais de improvisação na Argentina (2006), Colômbia (2007, 2009, 2011, 2015), Peru (2008), Espanha (2008, 2013), Chile (2009, 2010). É coordenador pedagógico da escola “Casa do Humor”, onde ministra o curso: “Improvisação – Módulo I e Módulo II” desde 2008. É também professor de palhaço, bufão e confecção de máscaras. Foi convidado a participar do 1º encontro de máscaras na Casa 11, organizado pela Cia Laje ministrando o curso “Vivência: Bufão”. Desde 2012 é formador convidado na SP Escola de Teatro a ministrar a extensão “Jogo e Improviso”, para os núcleos de Humor e Atuação.