Introdução a um trabalho de criação vocal

Introdução a um trabalho de criação vocal

Em dois encontros vamos trabalhar propostas para estabelecer um treinamento vocal e estratégias de criação com a voz em diferentes formatos artísticos.

29 e 30 de agosto de 2020

Horário: 16h30 às 18h30

Onde:  Plataforma online (Google Meet)

Investimento: Contribuição de qualquer valor via Financiamento Coletivo do CPM (link enviado na inscrição)

Inscrições Encerradas! 

20 vagas! 

INSCREVA-SE
Carga horária

4 horas

Ministrante

Luciana Marcon

Público-alvo

atores, dançarinos, estudantes de teatro, professores, performers, palestrantes, etc.

Descrição do Curso

Em dois encontros vamos trabalhar propostas para estabelecer um treinamento vocal e estratégias de criação com a voz em diferentes formatos artísticos.

Objetivo

Desejamos que os participantes possam ampliar o conhecimento de estratégias
de trabalho com a voz conforme suas áreas de atuação;

Programa do Curso

Encontro 1: princípios para orientar um treinamento vocal;

Encontro 2: estratégias de criação com a voz.

Investimento

Contribuição de qualquer valor via Financiamento Coletivo CPM 10 anos

OBS. Sua vaga só estará garantida mediante a realização de contribuição de qualquer valor para o Financiamento Coletivo do CPM 10 anos aberto na plataforma do Catarse.

Contato

contato@centrodepesquisadamascara.com
Tel/Whats: +55 11 99666-0146

Professores
Luciana Marcon
Professora

Luciana Marcon – Atriz, cantora e pesquisadora na área da expressão vocal no teatro. Mestranda em Artes pela UNESP, Especialista em Pedagogia da Arte, Bacharel em Artes Cênicas e Licenciada em Teatro pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS. Integrante do Grupo L.I.V.E. Laboratório de Improvisação Vocal e Experimentação, grupo de
pesquisa multidisciplinar dedicado à performance coordenado pela Profa. Dra. Wânia Storolli com apoio do Instituto de Artes da UNESP.Atuou como colaboradora no Centro de Pesquisa da Máscara, em São Paulo, onde investigou o estilo vocal de personagens da commedia dell’arte.Como atriz trabalhou em diversos espetáculos teatrais e musicais, entre eles: “Joana, a Louca”, espetáculo musical que conta a saga da rainha espanhola, “Liberdade, Liberdade”, espetáculo musical com texto de Millôr Fernandes e Flávio Rangel, ambos com direção de Fernando Grecco – Cia Ópera do Mendigo;“O Rio de Agnes”, monólogo baseado em trechos de MacBeth e Hamlet de W. Shakespeare, direção de Roberto Birindelli; o musical “Os Crimes da Rua do Arvoredo”, direção de Camilo de Lélis; o musical infantil “Ari Areia, um
Grãozinho Apaixonado“, direção de Airton de Oliveira, o infantil “Histórias de Bruxa Boa”, texto de Lya Luft, direção de Ronald Radde e “Eu Só Quero Cantar”, criação coletiva do grupo Espalha Fatos, contemplado com o FUMPROARTE – Fundo Municipal de Apoio à Produção Artística e Cultural de Porto Alegre. Desde 2005 atua em um dos maiores sucessos do teatro gaúcho, a comédia “Como Emagrecer Fazendo Sexo”. Indicada ao Prêmio Açorianos de Melhor Texto Original, o espetáculo já realizou temporadas no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Rio de Janeiro. Também atuou na montagem da ópera “Os Peregrinos de Meca” de C.W.Glück, com direção de Fernando Grecco, na ópera “A Flauta Mágica” de W. A. Mozart, direção do italiano Stefano Poda, sob regência de Ion Bressan e na estreia internacional da obra sinfônica “A Pedra Mística” do compositor Antônio Carlos Borges Cunha, os dois últimos com a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre – OSPA. Na Sala São Paulo participou, em 2013, da Série TUCCA de Cocertos na obra “Carmina Burana”, de Carl Orff, com a Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí sob regência do mestre João Maurício Galindo.