O Centro de Pesquisa da Máscara

Criado em 2010 e com sua sede fundada em 2016 na cidade de São Paulo, a companhia realiza intensa pesquisa em torno da máscara teatral, confeccionando seu próprio acervo, criando espetáculos que exploram as possibilidades específicas desta linguagem e desenvolvendo cursos voltados para este assunto.

Pesquisa
Repertório
Acervo de máscaras
Integrantes

Pesquisa

O Centro de Pesquisa da Máscara tem como propósito pesquisar, difundir e experienciar o uso da máscara teatral enquanto um potente instrumento de expressão e comunicação.

O âmbito da pesquisa é exercido pela companhia dentro de três segmentos: a confecção de máscaras, o treinamento diário de técnicas de atuação específicas para esta linguagem e a criação de espetáculos dentro deste mesmo universo.

Já a difusão desta pesquisa e das técnicas para o uso das mais diferentes máscaras acontece na esfera da escola, que visa a iniciação e a formação do ator através da máscara.

Partimos dos vestígios deixados pelos grandes mestres tanto no âmbito da confecção quanto da utilização das máscaras em cena, até chegar numa metodologia própria embasada nas pesquisas e experimentação da companhia.

Donaldo Sartori

A partir dos preceitos e estudos realizados no contato direto com o mestre Donato Sartori em Padova na Itália que as máscaras utilizadas pela companhia são criadas e confeccionadas.

Jacques Lecoq

No caminho para a utilização da máscara até a criação cênica, seguimos diferentes vertentes que vão desde a proposta de Jacques Lecoq da máscara como indutora da formação do ator (viagem que começa na máscara neutra e chega até o palhaço)

Commedia Dell'arte

Considerações de mestres Italianos que bebem principalmente de documentos históricos e tem a Commedia dell´Arte como foco específico de trabalho com a máscara.

Repertório

A experimentação da máscara em cena é realizada e potencializada pelo contato com o público, pois somente através do olhar do espectador é que a experiência estética desta linguagem artística se completa.

Alvorada

2014

Alvorada retrata as relações humanas através de um relato íntimo e delicado da história de um casal, em situações cotidianas, ao longo de uma vida.

Larvatum

2010

“Larvatum Homines" - "homens mascarados" em latim - é uma palestra-espetáculo na qual os atores contam a história da máscara no ocidente através de cenas e exercícios nos quais o público participa ativamente.

Exposição Máscara Teatral - Da confecção ao uso

2015

Em comemoração aos cinco anos do grupo, o Centro de Pesquisa da Máscara realizou uma mostra inédita do acervo de máscaras criadas pela companhia.

Acervo

Nosso acervo com mais 80 máscaras reflete nossa trajetória de pesquisa, ensino e aplicação dos fundamentos do teatro de máscaras.

Máscara neutra

A máscara neutra é o ponto de partida, "a máscara de todas as máscaras".

Máscara expressiva

As máscaras expressivas, além de sintetizarem traços de expressões fundamentais, também descrevem uma vasta gama de sentimentos humanos.

Máscaras da Commedia Dell' arte

Aqui podem ser vistas máscaras de toda a tipologia da commedia: Zanni, Arlecchino, Brighella, Pulcinella, Pantalone, Dottore e Capitano.

Máscara larvária

Com suas grandes dimensões, cor branca e traços abstratos, permitem um comportamento que explora o corpo animalesco.

Integrantes e colaboradores

Fernando Martins e Aline Grisa, idealizadores e membros originais do Centro de Pesquisa da Máscara, contam também com uma equipe singular de artistas, professores, técnicos.

Fernando Martins

Fundador, ator, mascareiro, diretor artístico e pedagógico

Fundador e diretor artístico e pedagógico do Centro de Pesquisa da Máscara, aprofundou seus estudos com Donato Sartori, Fabio Mangolini, Antonio Fava, Ana Vasquez de Castro, dentre outro. Ministrou cursos em diversas instituições de ensino no Brasil e no exterior. Criou e esculpiu máscara em couro e outros materiais para companhias, atores e escolas de teatro do Brasil, Itália, Japão, Estados Unidos e Alemanha. É ator, cenógrafo e escultor de máscaras dos espetáculos Alvorada e Larvatum Homines.

Aline Grisa

Co-fundadora, atriz, produtora e coordenadora de programação

É co-fundadora do Centro de Pesquisa da Máscara, mestre em Teatro pelo Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas da UFRGS (2009) e graduada em Educação Artística Habilitação em Artes Cênicas pela mesma instituição (2004). A partir de 2010, começou a desenvolver sua pesquisa em máscara com o CPM, idealizando o Treinamento Técnico da Máscara e assumindo o trabalho de produção e projeção da Cia.